Preloader

Seu Nude sem ~ingredientes impróprios~

Há quem diga que a lista de ingredientes pode ser comparada a uma festa, mas será que tem algum penetra por aí?

Inadequado ou descabido? Independente se a definição é do Sr. Michaelis ou não, a gente sabe que no mundo da alimentação, quando o assunto é lista de ingredientes, “a coisa fica séria”, rs. Fuçados que somos, decidimos debater esse tema com vocês, malucos por rótulos, pra ver se a gente encontra uma resposta, u-hum. Afinal, o que é impróprio?

Você já sabe, mas não custa facilitar pra você explicar: alimento impróprio para o consumo é aquele que está contaminado, estragado ou infectado. Mas a verdade é que até um alimento todo “perfeito sem defeitos” na prateleira pode não ser tão ~próprio~ assim. Vai que ele é cheio de corantes artificiais – que já foram até proibidos por aí 👀? Além deles, tem os estabilizantes, os conservantes…

Mas se for complexo definir qual aditivo faz bem ou mal, é só ir pelo simples: evitar aqueles produtos que terminam com “-antes” na lista de ingredientes. Clean label que fala né? 

Ah! Inclusive aqueles que dizem não ter açúcar mas estão cheinhos de adoçante, ou que são orgânicos mas têm uma lista de ingredientes desconhecidos e-nor-me.

Outro jeito de saber se um alimento é ou não impróprio para o consumo, é o sabor. Alimento bom é aquele que a gente gosta. Afinal, a gente não alcança saúde só comendo alimentos nutritivos: o prazer está diretamente associado ao nosso bem-estar.

Então repita com a gente: menos ingredientes e mais sabor, sempre!

Frete Grátis SP Capital - acima de R$ 120

X